TV ONLINE EM PORTUGUÊS
TRANSMISSÃO DE CONTEÚDOS CRISTÃOS E GENERALISTAS

Chat Online

Flash

Timeline do coronavirus

A 31 de dezembro de 2019, a Organização Mundial da Saúde (OMS) foi alertada pelas autoridades chinesas sobre vários casos semelhantes a pneumonia na cidade de Wuhan, capital da província de Hubei, na China, enquanto celebrações aconteciam em todo o país para celebrar o ano Novo Lunar.

Timeline do coronavirus
Desde então, 1.665 pessoas morreram no domingo (16 de fevereiro) do que foi descoberto como um novo coronavírus e um total de 68.500 casos foram relatados pelas autoridades chinesas.

Apesar de serem 50 dias na terça-feira (18 de fevereiro) desde que a OMS foi informada, o vírus ainda apresenta ao Partido Comunista no poder um enorme desafio de eliminá-lo e minimizar os danos à segunda maior economia do mundo.

A província de Hubei e a sua capital, Wuhan, estão praticamente fechadas e fechadas desde 23 de janeiro, com escolas, escritórios e fábricas fechadas e a maioria das viagens suspensas.

Fora da China continental, houve cerca de 500 casos em cerca de duas dúzias de países e territórios, com cinco mortes no Japão, Hong Kong, Filipinas, França e Taiwan.

Um turista chinês de 80 anos tornou-se a primeira vítima fatal do vírus em rápida expansão na Europa, disse a ministra da Saúde francesa Agnes Buzyn no sábado, dia 22 de fevereiro

A França registou 12 casos do vírus, mas a grande maioria dos que sofrem do vírus estão na China.

No domingo (16 de fevereiro), um passageiro americano de um navio de cruzeiro atracado no Camboja apresentou resultado positivo pela segunda vez para o coronavírus em Kuala Lumpur, na Malásia, depois do operador do cruzeiro procurar por mais testes.

A Malásia disse que a mulher de 83 anos que estava a bordo do MS Westerdam, operado por uma unidade da Carnival Corp, teve um teste positivo para o vírus depois de chegar a Kuala Lumpur, do Camboja. Ela foi a primeira do navio, que levava 1.455 passageiros e tripulação 802, a dar positivo.


Outras 70 pessoas a bordo de um navio de cruzeiro em quarentena no Japão, o Diamond Princess, testaram positivo para o coronavírus, elevando o número total de casos da embarcação para 355.

Os passageiros americanos foram retirados do navio de cruzeiro no domingo, 23 de fevereiro, para voltar para casa depois de ficarem em quarentena por duas semanas fora do Japão. Espera-se que os passageiros canadenses, italianos, sul-coreanos e Hong Kong sigam em breve, depois dos seus governos também anunciaram planos de repatriar passageiros.

Deixe o seu Comentário

    Ainda ninguém adicionou um comentário.
    Preencha o formulário acima e seja o primeiro!