TV ONLINE EM PORTUGUÊS
TRANSMISSÃO DE CONTEÚDOS CRISTÃOS E GENERALISTAS

Chat Online

Djokovic vence Federer e chega à final do Open da Austrália

Novak Djokovic venceu mais uma vez o grande rival Roger Federer no Grand Slam na quinta-feira (30 de janeiro) com uma vitória por 7-6 (1) 6-4 e 6-3 para chegar à final 

Djokovic vence Federer e chega à final do Open da Austrália
Foi o 50º ato de uma das maiores rivalidades do desporto e as probabilidades estavam pesadas contra Federer, já que o suíço não derrotava o sérvio desde 2012 nos campos relvados de Wimbledon. O vencedor de 20 vezes do Grand Slam saiu rapidamente do campo numa noite quente para tomar a iniciativa inicial, enquanto Djokovic lutava com seus jogos de serviço.

Num duelo entre os dois maiores campeões da história da prova, o sérvio de 32 anos derrotou o suíço de 38 por 7-6(1), 6-4 e 6-3, em 2h17, num encontro que acabou por ser mais competitivo do que aquilo que se chegou a temer. Depois de muita especulação em torno da presença de Roger Federer neste encontro, o suíço apareceu em court e acabou por se apresentar a um nível interessante. Serviu e bateu muito melhor na bola do que nos encontros anteriores, mas em termos de movimentação voltou a estar muito longe da plenitude, revelando muitos problemas nas deslocações laterais, especialmente para o lado direito — da virilha lesionada.

O suíço entrou forte, aproveitando um início algo frio de Djokovic, e chegou a comandar o primeiro set por 4-1 40-0 e 5-2 30-0, mas tremeu na hora de festejar e Djokovic, como quase sempre, não perdoou. Jogou um tie-break de primeiro set perfeito e não voltou a pestanejar no serviço nos dois parciais seguintes, nos quais um break acabou por ser suficiente em cada um deles.

Deixe o seu Comentário

    Ainda ninguém adicionou um comentário.
    Preencha o formulário acima e seja o primeiro!