TV ONLINE EM PORTUGUÊS
TRANSMISSÃO DE CONTEÚDOS CRISTÃOS E GENERALISTAS

Chat Online

Estudantes alemães e franceses faltam à escola em protesto contra a mudança climática

Centenas de estudantes franceses e alemães faltaram às aulas em protesto para pedir ação política no combate às mudanças climáticas e ao desperdício de alimentos.

Estudantes alemães e franceses faltam à escola em protesto contra a mudança climática
A manifestação marcou a terceira semana consecutiva dos protestos "School Strike 4 Climate"/"Fridays for Future" na capital francesa, depois que a proeminente ativista sueca de 16 anos, Greta Thunberg, responsável pelo início do movimento, liderou uma manifestação na cidade a 22 de fevereiro. Os manifestantes gritavam slogans e carregavam cartazes enquanto marchavam pelas ruas da cidade num esforço para lutar pelo planeta.

Embora a participação nos protestos estudantis de Paris diminua em comparação com os movimentos em outras cidades europeias, os manifestantes franceses conseguiram bloquear o trânsito. Espera-se que os protestos continuem, na preparação para uma greve climática global marcada para 15 de março.

Entretanto, milhares de estudantes da cidade portuária de Hamburgo faltaram à escola no mesmo dia, liderados pela ativista ambiental sueca, Greta Thunberg, para pedir mais ações sobre a mudança climática. Thunberg disse que as faltas à escola vão continuar até que os políticos tomem uma atitude mais firme contra a mudança climática. Os manifestantes de Hamburgo também exigiram o fim da energia a carvão. A Alemanha está planear eliminar o carvão até 2038 e impôs padrões mais altos de emissões nos carros, mas os custos mais altos para veículos e energia mais limpas são preocupações do governo e da indústria.

No mês passado, Thunberg, de 16 anos, participou de protestos na Bélgica, onde ganhou uma promessa da União Européia de gastar biliões de euros no combate à mudança climática durante a próxima década. A iniciativa da juventude pediu protestos em todo o país a 15 de março, como parte do dia internacional da ação pelos estudantes em que mais de 40 países são esperados participar.

Deixe o seu Comentário

    Ainda ninguém adicionou um comentário.
    Preencha o formulário acima e seja o primeiro!