TV ONLINE EM PORTUGUÊS
TRANSMISSÃO DE CONTEÚDOS CRISTÃOS E GENERALISTAS

Chat Online

Documentário brasileiro pergunta: nós vivemos para o trabalho ou trabalhamos para a vida toda?

No seu documentário na Berlinale, "Waiting for the Carnival", Marcelo Gomes traz um olhar antropológico sobre o modo como o povo da cidade trabalha, perguntando se trabalham por dinheiro ou pelo prazer.

Documentário brasileiro pergunta: nós vivemos para o trabalho ou trabalhamos para a vida toda?
No alto das montanhas do nordeste do Brasil, a cidade de Toritama ecoa com o som das máquinas de costura: na autoproclamada capital dos jeans, as pessoas trabalham durante todas as horas do dia para produzir calças de ganga. Isso despertou o interesse do diretor Marcelo Gomes quando ele visitou. Desde sua infância, ele se lembrou de uma cidade sonolenta onde se podia ouvir um alfinete cair, não a colméia movimentada de indústrias caseiras que a cidade de 40.000 habitantes é hoje.

Sucessivos governos brasileiros enfraqueceram as leis que protegem os trabalhadores da exploração, o que forçou muitas pessoas a trabalhar mais horas por menos dinheiro. Mas os alfaiates de Toritama são aparentemente despreocupados, já que trabalham por conta própria.

No filme, as costureiras recitam alegremente a quantia exata em centavos que ganham para cada componente que fazem. Mas Gomes, que narra o filme, não consegue esconder totalmente o seu ceticismo, perguntando se esses operários trabalhadores têm tempo para perguntar se estão felizes.

Um lembrete da modéstia da vida que ganham vem no final do filme, quando o carnaval chega. 

Famílias vendem todas as suas posses - frigoríficos, máquinas de costura - para ganhar o preço de umas férias na praia. Durante oito dias, a cidade está vazia - assim como Gomes se lembrava quando criança.

Deixe o seu Comentário

    Ainda ninguém adicionou um comentário.
    Preencha o formulário acima e seja o primeiro!