TV ONLINE EM PORTUGUÊS
TRANSMISSÃO DE CONTEÚDOS CRISTÃOS E GENERALISTAS

Chat Online

Drones combatem a poluição em Banguecoque

Drones a voar entre os prédios, a espirrar água. É o que está a acontecer em Banguecoque, na Tailândia, onde a poluição atmosférica atingiu níveis considerados de risco. 

Drones combatem a poluição em Banguecoque
As autoridades tailandesas estavam a tentar todas as medidas para controlar os céus poluídos em Banguecoque, enquanto a agência de administração metropolitana da cidade exibia cinco aviões não-tripulados na comunicação social. A media local havia informado anteriormente que o governo da cidade espera lançar 50 drones, cada um a carregar até 10 litros, para lançar água no ar, na esperança de aliviar a perigosa poluição do ar.

A qualidade do ar em Banguecoque está a pairar em níveis insalubres, já que a quantidade de partículas de poeira perigosas conhecida como PM 2.5 excedeu o nível seguro em 41 áreas ao redor da capital, de acordo com o Departamento de Controle de Poluição.

O PM 2.5 é uma mistura de gotículas líquidas e partículas sólidas que podem incluir poeira, fuligem e fumo, uma das principais medidas do Índice de Qualidade do Ar (AQI). A AQI de quinta-feira era 163 ao meio-dia, de acordo com airvisual.com, que mede níveis em cidades mundial, fazendo de Banguecoque a quinta cidade mais poluída. A capital da Índia, Nova Deli, ficou em primeiro lugar com 257.

Medidas tomadas pelo governo, incluindo a semeadura de nuvens de chuva, a regulamentação do tráfego de camiões e a lavagem das ruas, até agora não conseguiram limpar o ar.

Deixe o seu Comentário

    Ainda ninguém adicionou um comentário.
    Preencha o formulário acima e seja o primeiro!