TV ONLINE EM PORTUGUÊS
TRANSMISSÃO DE CONTEÚDOS CRISTÃOS E GENERALISTAS

Chat Online

Tese de Stephen Hawking, em leilão

De uma cópia da sua tese de doutorado à sua cadeira de rodas, itens pertencentes a Stephen Hawking estão a ir a leilão, oferecendo aos fãs do falecido físico britânico famoso por seu trabalho explorando as origens do universo a chance de comprar alguns de seus pertences.

Tese de Stephen Hawking, em leilão
Conhecido por sua aclamada pesquisa sobre buracos negros, Hawking, que sofria de doenças neuromotoras e usava um sintetizador de voz eletrônica, morreu em março aos 76 anos.
"On the Shoulders of Giants", que também traz documentos escritos por Isaac Newton, Charles Darwin e Albert Einstein, contará com 22 lotes da propriedade de Hawking, incluindo um dos cinco exemplares conhecidos de sua tese de doutorado, "Propriedades dos universos em expansão". em 100.000-150.000 libras ($ 127.480 - $ 191.220).
"Stephen Hawking era uma grande personalidade em todo o mundo. Ele tinha essa incrível capacidade de se conectar com as pessoas", disse Thomas Venning, chefe do departamento de livros e manuscritos da casa de leilões Christie's London, à Reuters na terça-feira (30 de outubro).
"A ideia era fornecer algo que fosse acessível a seus admiradores para que as pessoas pudessem se conectar com ele e se lembrar de sua extraordinária história."
Também estão à venda uma cópia do livro best-seller de Hawking "Uma Breve História do Tempo" assinado com a impressão do polegar, estimado entre 2.000 e 3.000 libras, bem como prêmios e medalhas dadas ao cientista, ao preço de 10.000-15.000 libras .
Outros documentos, um convite para uma recepção para "Time Travellers", bem como uma cadeira de rodas motorizada usada por Hawking, também estão sendo vendidos no leilão online de 31 de outubro a 8 de Novembro.
Já atraiu o interesse da Ásia, do Oriente Médio, dos Estados Unidos e da Austrália, segundo Venning.

Deixe o seu Comentário

    Ainda ninguém adicionou um comentário.
    Preencha o formulário acima e seja o primeiro!