TV ONLINE EM PORTUGUÊS
TRANSMISSÃO DE CONTEÚDOS CRISTÃOS E GENERALISTAS

Chat Online

Jack Ma anuncia que vai deixar presidência do grupo Alibaba

Jack Ma, fundador do gigante chinês do comércio eletrónico, anunciou que vai deixar a presidência do grupo, daqui a um ano, para permitir sucessão a pessoas "mais jovens" e "mais talentosas"

Jack Ma anuncia que vai deixar presidência do grupo Alibaba
Jack Ma, fundador do gigante chinês do comércio eletrónico Alibaba, anunciou hoje que vai deixar a presidência do grupo, daqui a um ano, para permitir que pessoas “mais jovens” e “mais talentosas” assumam a liderança.

 “Nenhuma empresa pode confiar apenas nos seus fundadores (…) devido a limites na capacidade física e energia de cada um”, afirmou, numa carta, Jack Ma. “Ninguém pode assumir as responsabilidades de presidente e CEO para sempre”, acrescentou.

Ma vai completar o mandato atual, como membro do conselho de administração do grupo, até à reunião anual dos acionistas, em 2020. A partir daí, a empresa passará a estar a cargo do atual diretor executivo, Daniel Zhang.

O Alibaba opera os sites de comércio eletrónico Taobao e Tmall, que dominam grande parte das vendas ‘online’ na China. Em 2014, o grupo protagonizou a maior entrada em bolsa a nível mundial, com uma oferta pública inicial, que angariou 22 mil milhões dólares (cerca de 16,9 mil milhões de euros).

O Alibaba passou a estar cotado em Nova Iorque, mas a sede mantém-se na cidade de Hangzhou, no leste da China. Jack Ma é o segundo homem mais rico da China.

Zhang tem um perfil mais discreto que o de Jack Ma, que pautou a sua presença à frente da Alibaba por momentos de grande visibilidade, como quando imitou Michael Jackson durante um evento corporativo.

O atual presidente executivo define Zhang como alguém com um “talento soberbo, com uma visão de negócios e uma liderança determinada.” A imprensa chinesa costuma descrevê-lo como o homem que transformou o “trator” robusto de Ma num “Boeing 747.”

A Zhang é atribuída a autoria da criação do Single's Day, uma jornada de promoções no retalho online que se comemora a 11 de novembro e que foi lançado em resposta ao Black Friday norte-americano. Em quase dez anos, já se converteu no dia mais rentável do ano para o comércio eletrónico na China.

Outra das transformações sob a liderança de Daniel Zhang foi a emergência do mobile nas transações e a diversificação de negócios, que hoje se estendem à computação na nuvem, entrega de refeições, setor do retalho alimentar e publicidade, segundo a Reuters.


Deixe o seu Comentário

    Ainda ninguém adicionou um comentário.
    Preencha o formulário acima e seja o primeiro!