TV ONLINE EM PORTUGUÊS
TRANSMISSÃO DE CONTEÚDOS CRISTÃOS E GENERALISTAS

Chat Online

Descoberta de nova espécie de dinossauros

Cientistas mexicanos descobrem novas espécies de dinossauros

Descoberta de nova espécie de dinossauros
Paleontologistas do aclamado Museu do Deserto do México descobriram os restos de uma nova espécie de dinossauro que habitou a costa noroeste do estado de Coahuila há 85 milhões de anos, tornando-se o mais antigo dinossauro a habitar a região.
O gonzalezi de Acantholipan foi encontrado na região de Ocampo de Coahuila e é nativo da região do norte do deserto do país.

Após mais de oito anos de investigação, estudos da evidência fóssil revelaram que é um novo gênero de nodossauro. Devido às suas características, era um juvenil medindo 3,5 metros de comprimento e pesava mais de meia tonelada.

O nome Acantholipan gonzalezi, vem do grego -acanthos-, que significa espinha, e Lipan, em homenagem à valente tribo Apache que habitava a região onde o espécie foi encontrado.

O acantholipan difere dos seus parentes mais próximos, como o nodossauro e o niobrarasauro, pois a ulna (um dos ossos dos seus antebraços) tem uma projeção muito maior que a de outros nodossauros, além de ter espinhos cônicos na região pélvica.

Outros fósseis de dinossauros únicos foram encontrados no México, incluindo o réptil voador Peterosaur e o Albertosaurus. Os paleontologistas acreditam que ainda há muito mais dinossauros locais a serem descobertos em Coahuila.

Uma réplica do Acantholipan gonzalezi será mostrada no Museu do Deserto de Coahuila, que apresenta a mais importante coleção de restos de dinossauros da América Latina. Entre eles está o Tyrannosaurus Rex.

Deixe o seu Comentário

    Ainda ninguém adicionou um comentário.
    Preencha o formulário acima e seja o primeiro!